segunda-feira, 11 de abril de 2011

1



O JOVEM E A INTERNET
Nos dias Atuais a Internet virou uma necessidade para todos, seja para entretenimento, trabalho, compras, pagamentos, comunicação, etc.Será que você consegue ficar um mês sem se conectar?Sinceramente eu não conseguria.A internet poderia se considerado até um vício, com tantos jovens conectados 24 horas,Deixam de praticar esportes o que antigamente era praticamente 90% dos jovens que buscavamos esportes como o maior meio de divertimento, Hoje em dia mais ou menos 70% dos jovenspreferem a internet ao invés de praticar esportes. Por isso a causa do índice da obesidade, a falta de esportes é um dos principais motivos. Vamos mudar nossas atitudes, e sair um pouco para as nossas praticas do passado, jogar bola de gude, pular corda, jogar pião, jogar bola, pique bandeira, mamãe na rua e tantas outras brincadeira que deixamos de praticar por motivo da internet. Ev. Gilberto Nunes

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

0











O QUE É PÓS-MODERNIDADE?
Às vezes parece que o mundo está de pernas para o ar. No bombardeio de informações e notícias que chegam à sociedade a cada instante, seja por meio do rádio, da televisão, de revistas ou da Internet, a violência, os atos de corrupção, os seqüestros, os crimes com requintes de crueldade ganham cada vez mais destaque. A educação recebida dos pais e das escolas, os valores como ética, moral e caráter, a religião, a solidez do casamento e da família, estão perdendo espaço para novas formas de comportamento regidas pelas leis do mercado, do consumo e do espetáculo.
Vive-se numa época de grande barbárie e de pouca solidariedade. São tempos de alta competitividade guiados pela lógica da acumulação de bens e das aparências. Em nome dessa nova ideologia, os indivíduos se permitem agir passando por cima de valores que sequer chegaram a formar. O que importa é ser reconhecido, ser admirado, ter acesso a uma infinidade de produtos e serviços e usufruir o máximo do prazer.
E para isso, tudo é válido. Age-se de acordo com o momento e com a conveniência. “Pegar um atalho”, como se diz na linguagem da informática, tornou-se uma prática comum.
Nesse contexto, não há por que esperar e se sacrificar para adquirir bens e ter sucesso, se existe meios mais rápidos para conseguir o que se pretende. Mas afinal, que tempos são esses em que as pessoas passam umas por cima das outras, sem qualquer constrangimento ou culpa, em busca de dinheiro e poder? Será que é possível encontrar uma luz no fim do túnel e ter otimismo nesse cenário?A Pós-Modernidade como divisor de águasPara muitos teóricos, filósofos e sociólogos, a época atual é marcada por fenômenos que representam um divisor de águas com a Modernidade.
A Pós-Modernidade surgiu com a desconstrução de princípios, conceitos e sistemas construídos na modernidade, desfazendo todas as amarras da rigidez que foi imposta ao homem moderno. Com isso, os três valores supremos, o Fim, representado por Deus, a Unidade, simbolizada pelo conhecimento científico e a Verdade, como os conceitos universais e eternos, já estudados por Nietzsche no fim do século XIX, entraram em decadência acelerada na Pós-Modernidade.
Por conta disso, para a maioria dos autores, a Pós-Modernidade é traçada como a época das incertezas, das fragmentações, da troca de valores, do vazio, do niilismo, da deserção, do imediatismo, da efemeridade, do hedonismo, da substituição da ética pela estética, do narcisismo, da apatia, do consumo de sensações e do fim dos grandes discursos. Jair Ferreira dos Santos, no seu ensaio O Que é Pós-Moderno, expõe de forma objetiva o processo da deserção nos reinos em que ela mais se destaca, como, na História, no Político e no Ideológico, no Trabalho, na Família e na Religião.Na história: a sociedade moderna acreditava que a história e seus países marchavam pela revolução ou para situações mais democráticas e felizes.
A sociedade pós-moderna perdeu a crença na continuidade histórica e vive sem as tradições do passado e sem projeto de futuro. Enquanto a sociedade moderna queria a história quente e combativa, a pós-moderna esfria a história e a congela numa sucessão de instantes isolados e sem rumo.No político e no ideológico: com as trapaças políticas, a sociedade pós-moderna deixou de acreditar que os políticos e tecnocratas representam o povo ou possuem altos ideais. Hoje as eleições dependem mais do desempenho dos candidatos no “mass media” do que de suas idéias. Essa descrença no político fez a massa pós-moderna abandonar as grandes causas, cobrando do sistema, de forma pragmática e não ideológica, eficiência na administração e nos serviços como educação, transportes, saúde. Ao contrário da sociedade moderna que teve grande participação política, a pós-moderna evita a militância fogosa. Ela é fria e prefere movimentos com fins práticos. Ela não quer lutas prolongadas ou patrulhamento ideológico.No trabalho: a sociedade pós-moderna não crê no valor moral do trabalho e nem vê na profissão o único caminho para a auto-realização. Mais concentrado no setor de serviços (lojas, bancos, escritórios, laboratórios, administração), o trabalho tornou-se um jogo de comunicação entre pessoas. Sem a tensão da linha de montagem moderna, hoje ele pede o sorriso e a descontração. Embora os ambientes sejam mais leves, os trabalhadores correm atrás do lazer e lutam mais por uma semana de quatro dias do que por melhores salários.Na família: na formação da personalidade do indivíduo, a família perdeu espaço para o “mass media”. Ao contrário da modernidade, na pós-modernidade descasa-se com facilidade, reproduz-se pouco e o poder paterno enfraquece. Com a moral branda, surge o amor descontraído, sem preconceitos e sem compromissos.Na religião: religiões antigas perdem seus fiéis para pequenas seitas sem futuro. Os indivíduos procuram credos menos coletivos e mais personalizados, como meditações, zen-budismo, yoga, esoterismo e astrologia. O homem pós-moderno não é religioso, é psicológico. Pensa mais na expansão da mente que na salvação da alma. Enquanto a cultura religiosa era culpabilizante, negando o corpo e o prazer, a cultura psi da Pós-Modernidade é libertadora.
E ao indivíduo pós-moderno não interessa uma consciência vigilante, mas sim, um ego sem fronteiras.
Artigo publicado na Revista Veiga Mais – Edição: Otimismo - Ano 3 - Número 5 – 2004.1 NB. Periodização da História.Periodização da História é a divisão, para fins didáticos, da História em épocas.Pré-História - Inicia-se com o surgimento do Homem, dura até cerca de 4.000 a.C., Idade Antiga - A Antiguidade compreende-se de cerca de 4.000 a.C. até 476 d.C., Idade Média - A Idade Média é limitada entre o ano de 476 d.C. até 1453, .Idade Moderna - A chamada Idade Moderna é considerada de 1453 até 1789, Idade Contemporânea - De 1789 até aos dias atuais. Aqui se insere a Pós-modernidade.
PARTICIPE DO SEMINÁRIO”
A Influência da Pós-modernidade na Fé do Jovem”Dia 21 de novembro de 2010 às 13.30hs
Igreja Assembléia de Deus de Campinho
Rua Ana Telles, 826Pr Manassés Brito
TEL:21-3359-8007 OU 2198-960577 FALAR COM GILBERTO NUNES

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

0

sexta-feira, 16 de julho de 2010

0

ENTRE E FIQUE AVOLTADE!
E SEJA NOSSO SEGUIDOR
É MUITO SIMPLES!
É SÓ SE CADASTRAR NO,
"MEUS SEGUIDORES"

sexta-feira, 21 de maio de 2010

1

APRENDENDO A CONQUISTAR PROMESSAS DE DEUS COM JOSUÉ


APRENDENDO A CONQUISTAR PROMESSAS DE DEUS COM JOSUÉ
O tema central do livro de Josué é a fidelidade de Deus em cumprir as Suas promessas, sob a liderança de Josué, o escolhido para tal propósito. À medida que o povo se manteve sob a direção divina, a conquista da promessa (Canaã) prosseguiu. O povo obediente a Deus finalmente saiu vitorioso.
A travessia do Rio Jordão (Cap. 3) se destaca como fato interessante no livro de Josué por causa das circunstâncias em que ocorreu. O rio registrava a sua maior enchente de todos os tempos, o povo estava atemorizado diante das águas revoltosas. Era primavera e a neve derretia nas montanhas tornando tão forte e cheia que o povo não podia atravessar o Jordão nos lugares em que vadeavam comumente.
Era o último obstáculo para que o povo pudesse possuir (a promessa) a terra prometida. Diante desse fato, o povo consagra sua vida a Deus e Ele, de maneira poderosa, os faz passar em terra seca pelo meio do rio revoltoso levando-os a possuir a terra que lhes havia prometido.
Nós hoje como Josué precisamos atravessar o Jordão (ultimo obstáculo) e conquistarmos a promessa de Deus para nossas vidas.

JOSUÉ SANTIFICA O POVO ANTES DE ENTRAR NO JORDÃO
“Disse Josué também ao povo: Santificai-vos, porque amanhã fará o Senhor maravilhas no meio de vós” (Js 3.5).
A santificação do povo significava a “separação” de toda e qualquer idéia de que a conquista seria mérito da ação audaciosa de Israel. Deus queria que o povo ao santificar-se entendesse que a conquista seria o fruto da manifestação da glória de Deus. Josué era temente a Deus e tinha a convicção de que todas as coisas que estavam acontecendo tinha o dedo de Deus dirigindo a vida do seu povo ao propósito que havia estabelecido para ser alcançado. Alguns aspectos chamam a atenção nesta operação divina para com o Israel.
Em primeiro lugar, a santificação precedeu a operação milagrosa. O rio caudaloso do Jordão estava transbordando. O tempo era chuvoso e as águas cresceram e invadiram todas as bordas do rio, por isso, aquele rio era, na verdade, uma formidável barreira na travessia de Israel para o outro lado. Não havia qualquer possibilidade física ou natural de atravessar aquele rio. Mas Deus desafiou a Israel a que se santificasse, no sentido de reconhecer a sua soberania sobre todas as coisas e desse a Ele a oportunidade de mostrar o grande milagre de fazer as águas formarem duas muralhas líquidas e ficasse aberto no meio um caminho seco para que todo o Israel passasse para o outro lado. O sinal da presença divina era a “Arca do Concerto”.
Em segundo lugar, a santificação é requisito divino para alcançar as grandes vitórias espirituais. A santidade é um estado eterno de Deus (1 Sm 2.2; Is 6.3; Ap 3.7; 4.8). Ele não depende de “santificar-se”, porque Ele é santo sem correr o risco de perder essa posição. Entretanto, por seu Espírito, Deus nos santifica para que tenhamos comunhão com Ele. Deus é santo, e por esta razão tudo que é associado a Ele também é santo ou santificado. A ordem para que Israel se santificasse (Js 3.5) implicava em fazer que o povo entendesse que o milagre seria precedido pela consciência de que Israel era do Senhor, por isso, era santo e separado exclusivamente para a glória do seu nome na terra (Lv 19.2; 20.7,26; 1 Pe 1.16). Israel era o povo santo de Deus e teria que reconhecer que todos os atos da soberania divina em seu favor resultavam da santidade inerente dele e da santificação do seu povo. Deus estava ensinando a Israel através do seu líder que o povo deveria aprender a fazer diferença entre o que era santo e o que era profano (Ez 42.20). A santificação do povo implicava em abster-se de toda obra carnal e santificasse aquele dia para participar da operação de Deus no Jordão.
A obediência à estratégia divina é de fundamental importância aos que desejam obter vitórias nos empreendimentos da vida.

O QUE VOCE VAI FAZER PARA ULTRAPASSAR O SEU JORDÃO?
O Exercício espiritual do conquistador é composto de três disciplinas, são elas:
a) MEDITAÇÃO - A meditação cristã , numa definição simples, é a capacidade de ouvir a voz da Deus e obedecer a sua palavra. ( salmo 1 )
b) ORAÇÃO - A oração verdadeira cria vida e muda a vida ( salmos 63.1 )
c) JEJUM - Na bíblia o jejum é abstenção de comida por motivos espirituais
( Mateus 6.16-salmo 69.10 )

VOCE NÃO PODE PERDER A CAMPANHA COMO CONQUISTAR AS PROMESSAS DE DEUS, NO CULTO DOS VENCEDORES TERÇA FEIRA 19 horas.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

1

DEZ DICAS PARA NÃO SE CASAR COM A PESSOA ERRADA!!!!!
Com a taxa de divórcio acima de 50%, aparentemente pessoas demais estão cometendo um grave erro ao decidir com quem pretendem passar o resto de sua vida. Para evitar tornar-se uma "estatística", tente interiorizar estes dez pontos a fim de não entrar em uma "fria".
1. Você escolhe a pessoa errada porque espera que ele/ela mude depois do casamento.O erro clássico. Nunca despose um potencial. A regra de ouro é: Se você não pode ser feliz com a pessoa como ela é agora, não se case. Como disse, muito sabiamente, um colega meu: "Na verdade, pode-se esperar que alguém mude depois de casado... para pior!"Portanto, quando se trata da espiritualidade, caráter, higiene pessoal, habilidade de se comunicar e hábitos pessoais de outra pessoa, assegure-se de que pode viver com estes como são agora.
2. Você escolhe a pessoa errada porque se preocupa mais com a química que com o caráter.A química acende o fogo, mas o bom caráter o mantém aceso. Esteja consciente da síndrome "Estar apaixonado". "Estou apaixonado" freqüentemente significa "Sinto atração física." A atração está lá, mas você averiguou cuidadosamente o caráter dessa pessoa?Aqui estão quatro traços de personalidade para serem definitivamente testados:Humildade: Esta pessoa acredita que "fazer a coisa certa" é mais importante que o conforto pessoal?Bondade: Esta pessoa gosta de dar prazer aos outros? Como ela trata as pessoas com as quais não tem de ser agradável? Ela faz algum trabalho voluntário? Faz caridade?Responsabilidade: Posso confiar que esta pessoa fará aquilo que diz que fará?Felicidade: Esta pessoa gosta de si mesma? Ela aprecia a vida? É emocionalmente estável?Pergunte-se: Eu desejo ser como esta pessoa? Quero ter um filho com esta pessoa? Gostaria que meu filho se parecesse com ela?
3. Você fica com a pessoa errada porque o homem não entende aquilo que a mulher mais precisa. Homens e mulheres têm necessidades emocionais específicas, e quase sempre, é o homem que simplesmente "não consegue." A tradição judaica coloca sobre o homem o ônus de entender as necessidades emocionais de uma mulher, e de satisfazê-las.Para a mulher, o mais importante é ser amada - sentir que é a pessoa mais importante na vida do marido. O marido precisa dar-lhe atenção consistente e verdadeira.Isso fica mais evidente na atitude do judaísmo para com a intimidade sexual. A Torá obriga o marido a satisfazer as necessidades sexuais da mulher. A intimidade sexual é sempre colocada em termos femininos. Os homens são orientados para um objetivo, principalmente quando se trata desta área. Como disse certa vez uma mulher inteligente: "O homem tem duas velocidades: ligado e desligado." As mulheres são orientadas pela experiência. Quando um homem é capaz de trocar as marchas e torna-se mais orientado pela experiência, descobrirá o que faz sua esposa muito feliz. Quando o homem se esquece de suas próprias necessidades e se concentra em dar prazer à mulher, coisas fantásticas acontecem.
4. Você escolhe a pessoa errada porque vocês não partilham metas de vida em comum e prioridades.Existem três maneiras básicas de nos conectarmos com outra pessoa:1. Química e compatibilidade2. Partilhar interesses em comum. Compartilhar o mesmo objetivo de vidaAssegure-se de que você compartilha o profundo nível de conexão que objetivos de vida em comum proporcionam. Após o casamento, os dois crescerão juntos ou crescerão separados. Para evitar crescer separado, você deve entender para que "está vivendo" enquanto é solteiro - e então encontrar alguém que tenha chegado à mesma conclusão que você.Esta é a verdadeira definição de "alma gêmea." Uma alma gêmea tem o mesmo objetivo - duas pessoas que em última instância compartilham o mesmo entendimento ou propósito de vida, e portanto possuem as mesmas prioridades, valores e objetivos.
5. Você escolhe a pessoa errada porque logo se envolve sexualmente.O envolvimento sexual antes do compromisso de casamento pode ser um grande problema, porque muitas vezes impede uma completa exploração honesta de aspectos importantes. O envolvimento sexual tende a nublar a mente da pessoa. E uma mente nublada não está inclinada a tomar decisões corretas.Não é necessário fazer um "test drive" para descobrir se um casal é sexualmente compatível. Se você faz a sua parte e tem certeza que é intelectual e emocionalmente compatível, não precisa se preocupar sobre compatibilidade sexual. De todos os estudos feitos sobre o divórcio, a incompatibilidade sexual jamais foi citada como o principal motivo para as pessoas se divorciarem.
6. Você fica com a pessoa errada porque não tem uma profunda conexão emocional com esta pessoa.Para avaliar se você tem ou não uma profunda conexão emocional, pergunte: "Respeito e admiro esta pessoa?"Isso não significa: "Estou impressionado por esta pessoa?" Nós ficamos impressionados por um Mercedes. Não respeitamos alguém porque tem um Mercedes. Você deveria ficar impressionado pelas qualidades de criatividade, lealdade, determinação, etc.Pergunte também: "Confio nesta pessoa?" Isso também significa: "Ele ou ela é emocionalmente estável? Sinto que posso confiar nele/nela?"
7. Você se envolve com a pessoa errada porque escolhe alguém com quem não se sente emocionalmente seguro.Faça a si mesmo as seguintes perguntas: Sinto-me calmo, relaxado e em paz com esta pessoa? Posso ser inteiramente eu mesmo com ela? Esta pessoa faz-me sentir bem comigo mesmo? Você tem um amigo realmente íntimo que o faz sentir assim? Assegure-se que a pessoa com quem vai se casar faz você sentir-se da mesma forma!De alguma maneira, você tem medo desta pessoa? Você não deveria sentir que é preciso monitorar aquilo que diz porque tem medo da reação da outra pessoa. Se você tem receio de expressar abertamente seus sentimentos e opiniões, então há um problema com o relacionamento.Um outro aspecto de sentir-se seguro é que você não sente que a outra pessoa está tentando controlá-lo. Controlar comportamentos é sinal de uma pessoa abusiva. Esteja atento para alguém que está sempre tentando modificá-lo. Há uma grande diferença entre "controlar" e "fazer sugestões." Uma sugestão é feita para seu benefício; uma declaração de controle é feita para o benefício de outra pessoa.
8. Você fica com a pessoa errada porque você não põe todas as cartas na mesa.Tudo aquilo que o aborrece no relacionamento deve ser trazido à baila para discussão. Falar sobre aquilo que incomoda é a única forma de avaliar o quão positivamente vocês se comunicam, negociam e trabalham juntos. No decorrer de toda a vida, as dificuldades inevitavelmente surgirão. Você precisa saber agora, antes de assumir um compromisso: Vocês conseguem resolver suas diferenças e fazer concessões que sejam boas para ambas as partes?Nunca tenha receio de deixar a pessoa saber aquilo que o incomoda. Esta é também uma maneira para você testar o quanto pode ficar vulnerável perante esta pessoa. Se você não pode ser vulnerável, então não pode ser íntimo. Os dois caminham juntos.
9. Você escolhe a pessoa errada porque usa o relacionamento para escapar de problemas pessoais e da infelicidade.Se você é infeliz e solteiro, provavelmente será infeliz e casado, também. O casamento não conserta problemas pessoais, psicológicos e emocionais. Na melhor das hipóteses, o casamento apenas os exacerbará.Se você não está feliz consigo mesmo e com sua vida, aceite a responsabilidade de consertá-la agora, enquanto está solteiro. Você se sentirá melhor, e seu futuro cônjuge lhe agradecerá.
10. Você escolhe a pessoa errada porque ele/ela está envolvido em um triângulo.Estar "triangulado" significa que a pessoa é emocionalmente dependente de alguém ou de algo, ao mesmo tempo em que tenta desenvolver um outro relacionamento. Uma pessoa que não se separou de seus pais é o exemplo clássico de triangulação. As pessoas também podem estar trianguladas com objetos, tais como o trabalho, drogas, a Internet, passatempos, esportes ou dinheiro.Assegure-se de que você e seu parceiro estejam livres de triângulos. A pessoa apanhada em um triângulo não pode estar emocionalmente disponível por completo para você. Você não será a prioridade número um. E isso não é base para um casamento.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

0


UM JOVEM VITORIOSO


A arma de que o jovem mais precisa para viver neste mundo perigoso, caótico e cada vez mais maligno, acha-se bem ao alcance dele. E está disponível a todos, independente da formação recebida em casa, do seu Q.I., ou nível social. Essa arma pode transformar um derrotado em um vitorioso; transformar sua amargura em amor, e dar-lhe poder sobrenatural para agüentar tudo, desde uma situação difícil até a rotina diária. Também pode livra-lo e protegê-lo. Pode abrir as portas da vida eterna e dar-lhe coragem para defender o que é certo, e ajudar a qualquer um que esteja precisando. Essa arma é a oração.
Aprender a orar é como aprender a tocar um instrumento musical. Requer tempo, prática e um instrutor. Quando se trata de oração, a maioria das pessoas nunca vai além das “escalas”; quero dizer, só ora suas listinhas de “Abençoe Fulano...” De vez em quando usam a linha de emergência ou mostram a Deus sua “lista de compras” expondo suas necessidades e problemas. Se orarmos sem objetivo e direção, não chegaremos a parte alguma.
Precisamos a aprender a orar melhor porque:
1 – A oração e o pecado se repelem mutuamente. Orar significa passar algum tempo na presença de Deus, aprendendo a glorificar sua santidade e a detestar o pecado. Um experiente guerreiro de oração sabe enfrentar o diabo pelo poder de Jesus, pondo o inimigo em fuga. À medida que formos orando para conhecer melhor a Jesus, tornaremos mais e mais parecidos com Ele.
2 – Aquele que ora nunca está desamparado. As doenças, os problemas psicológicos, os conflitos familiares, os vícios, a política, os líderes mundiais e os pais, tudo está debaixo do poder maravilhoso de Deus, e podemos usar esse, poder através da oração. Podemos orar quando em perigo, ou quando nos achamos super desanimados, ou numa situação social incômoda. Vocês não têm nem idéia do que pode acontecer quando um grupo de jovens crentes se reúne para orar pela escola ou pela igreja. Não há nada que esteja fora do nosso alcance, nada que não possamos mudar, pois podemos orar sempre.
3 – Assim que começarmos a receber respostas incríveis às nossas orações, muitos dilemas desaparecerão. Se orarmos ao Deus todo-poderoso, não precisaremos nos preocupar com questões do tipo: “Será que eu roubaria para não morrer de fome? Quem das doze pessoas deve ocupar os três lugares do barco salva-vidas? Será que é errado mentirmos para fazer alguém se sentir melhor?” Podemos orar ao Deus que mandou maná do céu, e ele atenderá. Pediremos a Deus para socorrer todo mundo, e não apenas três pessoas. Lembremos como ele resolveu o problema de Noé e de sua família. E Deus pode fazer um amigo se sentir melhor, mesmo quando lhe revelamos a verdade. Obedeçamos às autoridades, mesmo que elas estejam praticando injustiças, e oremos para que Deus nos defenda. Podemos amar nossos inimigos e perdoar ofensas horríveis, orando e recebendo de Deus a capacidade de fazê-lo.
4 – Através da oração, Deus nos molda para que nos tornemos como ele deseja. A oração transforma pessoas comuns em gigantes espirituais. Paciência, humildade, e atitude de servo são qualidades que cultivamos de joelhos. A oração também produz sabedoria, coragem e boas idéias. Se não nos tornarmos crentes de oração nunca desenvolveremos nosso potencial. A história tem muitos exemplos de homens e mulheres que aprenderam a orar e foram grandemente usados por Deus. A oração não é coisa só para velhinhas. É para jovens que estão dispostos a encarar um desafio.
0



REALIZE ALGO NO REINO DE DEUS E SEJA UM VENCEDOR!
Quem quer realizar alguma coisa para Deus, ajudar as pessoas, e quer que outros vão para o céu, tem de aprender a orar. Quem deseja poder modificar as situações que vê no noticiário de televisão, deseja poder mudar o pai, e daria qualquer coisa para superar sua timidez e medo, tem de aprender a orar. A oração é a maior força da face da terra. Ela oferece proteção instantânea e contínua em um mundo cada vez mais perigoso. A oração transforma pessoas comuns — ou até mesmo as rejeitadas pela sociedade — em homens e mulheres valentes para Deus. A coisa mais importante que alguém pode fazer na vida é aprender a orar de verdade. Não percamos os milagres que Deus tem para nós!
Aprender a orar de verdade é como treinar para os jogos olímpicos. Não basta ler ou recitar algumas orações decoradas. Não é repetir uma lista de “abençoe Fulano e Beltrano, amém”, toda noite antes de cair no sono. Orar de verdade e estarmos constantemente estudando a Palavra de Deus e conversando com ele para sabermos o que ele quer que façamos. E vivermos dentro dos padrões estabelecidos por ele. Requer tempo e energia que temos de tirar de outras atividades que em si mesmas talvez sejam perfeitamente boas. Orar exige coragem e força de vontade, porque o demônio morre de medo de pessoas que oram. E ele faz tudo que estiver ao seu alcance para impedir que oremos. Um pastor aposentado que ora muito é uma bênção, mas considerando o fator idade, um jovem tem muito mais tempo de vida para dedicar a Deus. Um adolescente que ama a Jesus de todo coração, e está determinado a orar e orar e orar, vai destruir os planos de Satanás por muitos anos.
Você pode ajudar a mudar o mundo através da oração. O que acha de entrar para essa revolução? Você não vai precisar de armas, nem de desobedecer ao governo, nem de fazer greve, nem de organizar um grupo de resistência. Os primeiros cristãos viraram o império romano de cabeça para baixo. Martinho Lutero deu início à Reforma protestante e John Wesley mudou muita coisa na Inglaterra pelo poder da oração.
Então, como é que é?! Ajude a começar esse novo tipo de revolução. O mundo está esperando, aliste-se já no Exército da Oração!

terça-feira, 24 de novembro de 2009

0
target="_blank">
Video Clip: Tua Palavra - Aline Barros Videos Clips Gospel para amigos do Orkut - www.GifsRecados.com.br

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

0

O MUNDO REALMENTE VAI ACABAR? ISSO ATÉ PARECE VERDADE MAS NÃO É!
Existem várias teorias e profecias sobre o fim do mundo, mas a mais recente tem um detalhe que faz com que uma grande empresa de mídia tente ganhar dinheiro em cima disso. Aliás, só escrever sobre isso aqui e colocar o link já faz com que eles fiquem mais famosos e ricos, mas vamos aos fatos.
A história começa com Mike Brown, astrônomo da empresa Caltech, que encontrou mais planetas fora do nosso sistema solar que qualquer outra pessoa. Ele recebe vários e-mails de pessoas preocupadas, perguntando se o mundo vai acabar em 2012. As preocupações das pessoas começam com informações falsas que afirmam que um planeta (que não existe, de acordo com Brown) chamado Nibiru, ou planeta X, entrará no sistema solar, atingirá e destruirá a Terra. Há muito tempo, Brown achava que essas pessoas são apenas ignorantes ingênuos.
O mundo acaba em 2012?
Bem, seu ponto de vista mudou um pouco. Um pai, preocupado com a segurança de sua família, mandou uma mensagem de voz para o astrônomo. “Este homem era cético quanto às afirmações sobre 2012, (…) mas alguma coisa fez com que ele ficasse preocupado o bastante para procurar um astrônomo que ele não conhecia para saber se tudo ficaria bem”, disse Brown em seu blog.
Depois disso, Brown encontrou um e-mail na sua caixa de spam, que afirmava ter sido enviada pelo diretor do Instituto de Continuidade Humana (ICH). O e-mail afirma que o Instituto confirmou evidências que indicam que o “desastre de 2012 é real e inevitável”, diz. “Acreditamos com 94% de certeza que eventos cataclísmicos irão devastar nosso planeta e muitos dos que o habitam. O dia 21 de dezembro de 2012 não pode ser ignorado”, continua o e-mail. O link para o site do ICH realmente leva a um site bem formulado, e quem não reconhece os atores na página acredita que o ICH é real.
A verdade sobre o site
A verdade é que o site (este aqui, e é falso, você foi avisado) foi criado pela Sony Pictures. Brown afirma que, ao contrário de muitos sites mal feitos que existem pela web, este realmente parece ser verdadeiro. “É profissional. Não tem sinais óbvios de que foi uma criação de brincadeira”. E brincadeiras às vezes vão longe demais. Em janeiro, algumas pessoas soltaram balões de ar no céu de New Jersey, nos Estados Unidos. Um juiz considerou-os culpados de potencial risco de incêndio e de risco ao tráfego aéreo e multou as pessoas em 250 dólares. Nenhum dos riscos chegou a acontecer, mas o mal que isso poderia ter causado foi suficiente para o juiz.
Brown afirma que, isso pode ser ir longe demais: assustar as pessoas que podem nunca ficar sabendo da verdade, que poderia tranquilizá-las. “Como podemos chamar um e-mail que me assusta e me convence a entrar em um site que então tenta me assustar mais ainda e não admite ser uma simples propaganda de um filme?”, afirma Brown, que diz que o e-mail é simplesmente de mau gosto.
Uma empresa do tamanho da Sony (lembre-se, recorrendo a spam) poderia simplesmente colocar um link para um trailer do filme, ao invés de mostrar um site falso. Eu irei fazer a minha parte para não estimular que nenhum produtor de filmes faça algo assim novamente e não assistirei o filme. [Live Science]

Banner3

Banner3

Banner4

Banner4

Banner1

Banner2

Banner2

VOCÊ PODE DIVULGAR O SITE

VOCÊ PODE DIVULGAR O SITE
ESPERO QUE VOCÊ TENHA GOSTADO

NOSSA JUVENTUDE

Mensagem da Semana

"E não vos conformes com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus." (Romanos 12:2).

Essa é a mensagem da semana "SER DIFERENTE", ser diferente no agir, no pensar e no falar essa é a proposta do versículo acima, por isso vamos ser diferentes e não deixar que as coisas que não agradam a Deus nos molde.

Pense nisso!
Gilberto e karla.

ENTRE NOS SITE E SAIBA MAIS

Porquê somos a Nova Geração?

"Assim que, se alguém está em Cristo, Nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo."
(2 coríntios 5:17).

Nós que aceitamos a Jesus Cristo como nosso único e suficiente salvador somos novas criaturas e fazemos parte da Nova Geração, Geração essa que deixou as coisas velhas para traz e procura buscar fazer sempre a vontade de Deus em primeiro lugar.

Por isso, seja bem-vindo e venha fazer parte você também dessa Juventude Nova Geração.

VENHA FAZER PARTE VOCÊ TAMBEM DA NOSSA IGREJA

Nossa Igreja
Assembléia de Deus do Campinho.
Rua Ana Telles, 826 Campinho - Rio de Janeiro/ Brasil.
Pr. Manassés Brito.

QUE DEUS ABENÇOE TODOS OS JOVENS, VOCÊS SÃO DE DEUS!

Olá jovens do Senhor Jesus!Gostaríamos primeiramente expressar a nossa alegria, por fazermos parte deste grande exército que o Senhor tem formado por toda terra, Jovens compromissados com a verdade da palavra e sempre fazendo tudo em prol do reino de Deus.Em 1João 2:14b diz: “Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus permanece em vós, e já vencestes o Maligno."E é debaixo desta palavra que este ministério tem vivido sabendo que em Deus nós somos fortes e nada pode nos resistir, porque a cada dia temos nos revestido em sua palavra, buscando sua presença e vivendo em santidade, e a combinação disso tudo nos traz a plena certeza de que Deus irá nos usar para impactar jovens de todas as raças, línguas, e nações, livrando-os de todas as cadeias de satanás e revelando-os as promessas de Deus para que se tornem assim como nós pregadores de sua palavra.

seja meu seguidor


FILHOS OBEDECEI AOS SEUS PAIS PARA !

AO FILHO CONVÉM, SEGUIR A INSTRUÇÃO DOS PAIS E OBEDECE-LOS, HONRÁ-LOS.
Ex.20.12 – “Honra teu pai e a tua mãe ...” Honrar é: ouvir e não escarnecer, ser sensato, ser idôneo, obediente, amável, carinhoso, respeitador e sábio.
Pv.13.1 – “O filho sábio ouve a instrução do pai, mas o escarnecedor não escuta a repreensão.”
Pv.15.20 – “O filho insensato (segundo Aurélio: falto de senso, demente, louco) é a tristeza de sua mãe.”
Pv.19.3 – “O filho insensato é calamidade do pai...”
Pv.19.26 – “O que aflige a seu pai e faz fugir a sua mãe, é filho que envergonha e desonra.”
Pv.30.17 – “Os olhos que zombam do pai ou desprezam à mãe, serão arrancados,...”
Pv.10.1 – O filho sábio alegra seu pai.
DEUS CONVERTERÁ O CORAÇÃO DOS PAIS AOS FILHOS E DOS FILHOS AOS SEUS PAIS
Pv.17.6 – “Coroa dos velhos são os netos e a glória dos filhos são seus pais.”
Malaquias 4.6 – “E ele converterá o coração dos pais aos filhos e o coração dos filhos a seus pais , para que eu não venha e fira a terra com maldição.”
Ef.6. 1 – “Vós, filhos , sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo.v. 4 - E vós, pais , não provoqueis à ira vossos filhos, mas criai-os na disciplina e admoestação do Senhor.”
Col.3.20 – “Vós, filhos , obedecei em TUDO a vossos pais; porque isto é agradável ao Senhor. V.21 Vós, pais , não irriteis a vossos filhos, para que não fiquem desanimados.”

Deus esta no controle de tudo!

“O SENHOR afastou as sentenças que eram contra ti e lançou fora o teu inimigo.
O Rei de Israel, o SENHOR, está no meio de ti; tu já não verás mal algum. Naquele dia, se dirá a Jerusalém: Não temas, ó Sião, não se afrouxem os teus braços.”

Israel já estava sob o domínio da Assíria há cerca de um século antes da mensagem de Sofonias. Josias é o rei de Judá e está no meio de uma reforma, ainda que primitiva, na tentativa de desfazer a apostasia de seu avô Manassés (1), por volta do ano 628 aC, duodécimo ano de seu reinado (2). Esta reforma (tanto física como espiritual) foi possível devido ao enfraquecimento do poder Assírio, desde a morte do imperador Assurbanipal. A reforma espiritual começou, após o início da reforma no templo, quando descoberto o livro da Lei. O enfoque do verso de hoje é sobre o Dia do Senhor, uma profecia escatológica com uma mensagem de esperança ao remanescente de Israel.
Por que não temer? 1 porque “todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” – inclusive as coisas ruins (3); 2 porque o Senhor é Soberano sobre todas as coisas; 3 porque temos promessas Suas de um futuro de glória e um presente de auxílio nas dificuldades.
Aplicação: Durante o tempo da glória de Israel, e das lutas conquistando a terra de Canaã, estes viram nações ímpias serem julgadas pelo Senhor. Após a divisão do reino, com a morte de Salomão e a ascensão de Roboão ao trono (4); em Norte e Sul (Israel e Judá, respectivamente), Judá viu a infidelidade de Israel ser castigada. Ainda assim, Judá conseguiu transgredir mais ainda as Leis do Senhor, do que a sua irmã Samaria (5), recebendo como castigo o cativeiro. Com isso não quero dizer que devemos seguir e obedecer ao Senhor por medo. Mas isto afirma que nossa índole é naturalmente inclinada ao pecado (pecamos por sermos pecadores – e não o contrário), devido a Queda no Éden. Mas o Senhor não cansa de nos chamar, e os exemplos são um convite ao arrependimento. O problema dos eventos acima foi à falta de arrependimento. Ou seja, podemos sempre nos arrepender de nossos pecados, e obter o perdão através de Cristo, vendo o exemplo de outras pessoas que pagaram um alto preço por seus erros. Há um ditado que diz que o inteligente aprende com seus próprios erros, mas o sábio aprende com o erro dos outros. Não sei você, mas sábio eu não fui. O meu clamor é que você seja sábio! Que entenda que a soberania de Deus não apaga a responsabilidade de nossas atitudes, ou seja, nossos erros têm perdão, e igualmente têm consequências, mas há tempo para o arrependimento.

A boa notícia é que, caso você não seja sábio, como eu não fui, você ainda pode ser inteligente e aprender no “cativeiro”. Não podemos é endurecer o coração. Se na história de Israel, vemos muitas vezes o Senhor sendo descrito como um guerreiro que ajuda, ataca e destrói Seus inimigos (e de Israel), neste momento a ajuda do Senhor é defensiva, protetora. No verso cinco vemos a figura ameaçadora do Senhor, trazendo luz e julgamento. No verso dezesseis observamos a garantia da presença do Senhor (Jesus, conforme promessa de Mateus 28.20) ao nosso lado, nos encorajando, assim como fez aos que restaram do cativeiro. Não sei como tem sido, ou como está a sua vida, mas posso aconselhar: deixe o Senhor trabalhar em você, não endureça o coração. Segundo Meyer: “Ele (Jesus) transformará nossas tristezas em hinos; expulsará os nossos inimigos e inverterá nosso cativeiro (...). Os que estiverem cheios de tristezas e carregam o fardo de vergonha (...) serão confortados (...). os cativos serão libertos e os dispersos trazidos de volta ao lar (6)”. Talvez a operação de Deus esteja doendo – mas o propósito dela é de nos purificar. Em Sua ternura, Ele se põe ao nosso lado. Não necessitamos entrar em neuroses do porque algo está acontecendo. Se for algo a se consertar com o Senhor, basta se arrepender e mudar de posição. O Senhor faz de tudo para que nos aproximemos do Seu perdão através da cruz. Se parecer que o “cativeiro é de graça”, descanse, pois em tudo há propósitos dEle. Não temamos o passar tribulações, pois para os pecadores arrependidos, o Dia do Senhor é dia de júbilo. Aproveite as oportunidades e lembre-se, se não puder ser sábio – seja ao menos inteligente.

Radio Central Gospel

uma noite marcante dos jovens

uma noite marcante dos jovens

CASAMENTO É COISA SERIA!

CASAMENTO É COISA SERIA!

ESSA NOITE FOI INCRÍVEL!

ESSA NOITE FOI INCRÍVEL!

QUE NOITE MARAVILHOSA!

QUE NOITE MARAVILHOSA!
JOVENS EM FESTA.

QUAL O LIVRO DA BÍBLIA VC MAIS GOSTA?

o que você acha do julgo desigual? é pecado?o que a bíblia diz? vote com sabedoria! 2corintios.6.14-18

Tecnologia do Blogger.

Os Lideres

Seguidores e amigos